Dicas para uma vida saudável

Muitas pessoas ainda pensam que a manutenção de um estilo de vida saudável agora muito difícil, quase impossível, com todas as atividades de trabalho e familiares, precisamos desenvolver no dia, mas isso não é verdade, porque com algumas mudanças, podemos dar uma reviravolta em nossos hábitos.

A ciência nos diz que só precisamos de 66 dias para mudar um mau hábito e incorporar um bom hábito em nossa vida.

Nem deveríamos pensar que uma vida saudável significa preencher-nos com restrições, limitações ou sacrifícios, obviamente devemos fazer alguns esforços, mas o mais importante é:

A CONSTÂNCIA E OS VITOS QUE TEMOS

Precisamos de uma atitude positiva para alcançar resultados importantes no corpo e na mente.

Claro

Às vezes não sabemos por onde começar quando procuramos um estilo de vida mais saudável, por isso vamos dar-lhe uma série de dicas muito simples que você pode seguir, tendo em conta que entre os fatores-chave, temos o exercício, descanso e comida.

Seguindo o conselho, você pode obter benefícios importantes, como prevenir doenças, evitar o excesso de peso, a obesidade, bem como melhorar seu humor e atitude perante a vida.

É algo que depende de cada um de nós.

Olho!

Que se você acha que deve esperar por um momento adequado para mudar seus hábitos, está errado, o momento é agora, não perca tempo para se sentir e ver um ao outro da melhor maneira.

Nós apenas temos que nos organizar para seguir estas 10 dicas para uma vida saudável:

Tabela de conteúdo
As melhores dicas para uma vida saudável
1.- Realize exercícios diariamente
2.- Esqueça o estilo de vida sedentário
3.- Melhore seus hábitos de descanso
4.- Beba muita água
5.- Frutas e legumes
6.- Cozinha em casa
7.- Diversifique suas atividades
8.- Reduzir o estresse
9.- Alimentação balanceada
10.- Visite o seu médico regularmente
As melhores dicas para uma vida saudável
1.- Realize exercícios diariamente
Isso é algo que sempre ouvimos ou lemos, já que realizar exercícios é fundamental para ter uma vida saudável, pois nos ajuda a perder peso, além de melhorar a saúde do coração, dos pulmões e prevenir diferentes doenças.

Também nos permite ter uma mudança em nosso humor e melhora nossa qualidade de sono, diminuindo a ansiedade e o estresse.

Por tudo isso, devemos escolher um exercício que nos agrade, que nos motive, que transforme nossas vidas em torno de, pelo menos, 30 minutos por dia, nada para pensar que não temos tempo.

Venha!

2.- Esqueça o estilo de vida sedentário
Com apenas algumas ações, podemos melhorar o nosso estilo de vida, como subir escadas em vez do elevador quando vamos para trabalhar, andar de bicicleta, ou pelo menos desenvolver 30 minutos de exercício diário, em vez de passar tanto tempo na televisão, o pc ou nas redes sociais.

Isso é algo fundamental, com o ritmo de trabalho que carregamos hoje. O estilo de vida sedentário causa muitos danos em nosso corpo e em nossa saúde.

3.- Melhore seus hábitos de descanso
O descanso é muito importante para ter um corpo saudável, com o qual evitamos algumas doenças ligadas à qualidade do sono.

Precisamos de cerca de 7 e 8 horas de sono de qualidade, com um ambiente ideal e sem qualquer coisa que nos perturbe, para ter o descanso que precisamos.

4.- Beba muita água
Isso também diz muito, mas não deixa de ser importante, e até há pessoas que não o fazem.

É necessário consumir entre 6 ou 8 copos de água por dia, para nos manter saudáveis.

Além disso, devemos evitar o consumo de bebidas alcoólicas ou refrigerantes em grandes quantidades.

5.- Frutas e legumes
Para ter uma vida saudável, devemos consumir muitas frutas, verduras e legumes, porque eles têm uma quantidade de nutrientes, vitaminas, minerais e fibras que o nosso corpo precisa.

Temos que nos acostumar a sempre comprar o suprimento e adicioná-lo à nossa dieta diária.

6.- Cozinha em casa
Um dos aspectos fixos para uma vida saudável é a comida, é melhor comer em casa, claro, primeiro fazendo uma mudança em nossa lista de compras, procurando por alimentos frescos e evitando os processados.

Leia também: Cromofina funciona

Além disso, é importante que você tome tempo para cozinhar, nós os nossos pratos, conhecer os nutrientes que nós estamos dando nossa comida, por isso não saber cozinhar, então este é um bom momento para dominar as técnicas que nos permitem levar uma dieta saudável e ficar longe de alimentos pré-cozidos.

7.- Diversifique suas atividades
Você é um daqueles que ficam entediados com muita rapidez nos esportes, então você pode experimentar várias atividades, como o Crossfit, um dia por semana, ou aulas de natação.

Nós falamos sobre o Crossfit, porque uma maneira de ter uma vida saudável, é com um treinamento com pesos, o que nos permite ganhar massa muscular ou perder peso.

Olho!

Que se a ideia é queimar gordura, é ideal que a gente tente os treinamentos com intervalos para

10 dicas de estilo de vida saudável para adultos

Coma uma variedade de alimentos
Baseie sua dieta em muitos alimentos ricos em carboidratos
Substituir saturado com gordura insaturada
Desfrute de muitas frutas e legumes
Reduzir o consumo de sal e açúcar
Coma regularmente, controle o tamanho da porção
Beber grande quantidade de líquidos
Mantenha um peso corporal saudável
Entre em movimento, faça disso um hábito!
Comece agora! E continue mudando gradualmente.

Leia também: White Max funciona

1. Coma uma variedade de alimentos
Para uma boa saúde, precisamos de mais de 40 nutrientes diferentes, e nenhum alimento pode fornecer todos eles. Não se trata de uma única refeição, trata-se de uma escolha equilibrada de alimentos ao longo do tempo que fará a diferença!

Um almoço com alto teor de gordura poderia ser seguido por um jantar com pouca gordura.
Depois de uma grande porção de carne no jantar, talvez o peixe deva ser a escolha do dia seguinte?
Inicio da página

2. Baseie sua dieta em muitos alimentos ricos em carboidratos
Cerca de metade das calorias em nossa dieta deve vir de alimentos ricos em carboidratos, como cereais, arroz, macarrão, batatas e pão. É uma boa ideia incluir pelo menos um destes em todas as refeições. Alimentos integrais, como pão integral, massas e cereais, aumentarão o consumo de fibras.

Inicio da página

3. Substituir saturado com gordura insaturada
As gorduras são importantes para uma boa saúde e bom funcionamento do corpo. No entanto, muito do que pode afetar negativamente o nosso peso e saúde cardiovascular. Diferentes tipos de gorduras têm diferentes efeitos para a saúde, e algumas dessas dicas podem nos ajudar a manter o equilíbrio:

Devemos limitar o consumo de gorduras totais e saturadas (muitas vezes provenientes de alimentos de origem animal) e evitar completamente as gorduras trans; ler os rótulos ajuda a identificar as fontes.
Comer peixe 2-3 vezes por semana, com pelo menos uma porção de peixe oleoso, contribuirá para a nossa ingestão correta de gorduras insaturadas.
Quando cozinhar, devemos ferver, cozer a vapor ou assar, em vez de fritar, remover a parte gordurosa da carne, usar óleos vegetais.
Inicio da página

4. Desfrute de muitas frutas e legumes
Frutas e legumes estão entre os alimentos mais importantes para nos dar vitaminas, minerais e fibras suficientes. Devemos tentar comer pelo menos 5 porções por dia. Por exemplo, um copo de suco de frutas frescas no café da manhã, talvez uma maçã e um pedaço de melancia como salgadinhos, e uma boa porção de vegetais diferentes em cada refeição.

Inicio da página

5. Reduzir a ingestão de sal e açúcar
Uma alta ingestão de sal pode resultar em pressão alta e aumentar o risco de doença cardiovascular. Existem diferentes maneiras de reduzir o sal na dieta:

Ao fazer compras, poderíamos escolher produtos com menor teor de sódio.
Ao cozinhar, o sal pode ser substituído por especiarias, aumentando a variedade de sabores e sabores.
Ao comer, não é necessário sal na mesa ou, pelo menos, não adicionar sal antes da degustação.
O açúcar proporciona doçura e um sabor atraente, mas os alimentos e bebidas açucarados são ricos em energia e são apreciados com moderação, como um deleite ocasional. Poderíamos usar frutas em vez de adoçar nossos alimentos e bebidas.

Inicio da página

6. Coma regularmente, controle o tamanho da porção
Comer uma variedade de alimentos, regularmente e nas quantidades certas, é a melhor fórmula para uma dieta saudável.

Saltar refeições, especialmente o café da manhã, pode levar a uma fome descontrolada, muitas vezes resultando em excessos desamparados. Snacking entre as refeições pode ajudar a controlar a fome, mas lanches não devem substituir as refeições adequadas. Para lanches, poderíamos escolher iogurte, um punhado de frutas frescas ou secas ou legumes (como palitos de cenoura), nozes sem sal, ou talvez um pouco de pão com queijo.

Prestar atenção ao tamanho da porção nos ajudará a não consumir calorias demais e nos permitirá comer todos os alimentos de que gostamos, sem ter que eliminar nenhum deles.

Cozinhar a quantidade certa torna mais fácil não comer demais.
Algumas porções razoáveis ​​são: 100 g de carne; um pedaço médio de fruta; meia xícara de macarrão cru.
Usando placas menores ajuda com porções menores.
Alimentos embalados, com valores calóricos na embalagem, poderiam ajudar no controle da porção.
Se comer fora, poderíamos compartilhar uma parte com um amigo.
Inicio da página

7. Beba muitos líquidos
Os adultos precisam beber pelo menos 1,5 litros de líquido por dia! Ou mais, se é muito quente ou fisicamente ativo. A água é a melhor fonte, é claro, e podemos usar água mineral ou de torneira, espumante ou não espumante, simples ou com sabor. Sucos de frutas, chá, refrigerantes, leite e outras bebidas, tudo pode ficar bem – de vez em quando.

Inicio da página

8. Mantenha um peso corporal saudável
O peso certo para cada um de nós depende de fatores como sexo, altura, idade e genes. Estar acima do peso aumenta os riscos de uma ampla gama de doenças, incluindo diabetes, doenças cardíacas e câncer.

Excesso de gordura corporal vem de comer mais do que precisamos. As calorias extras podem vir de qualquer nutriente calórico – proteína, gordura, carboidrato ou álcool, mas a gordura é a fonte de energia mais concentrada. A atividade física nos ajuda a gastar a energia e nos faz sentir bem. A mensagem é razoavelmente simples: se estamos ganhando peso, precisamos comer menos

Creme de Assaduras Desitin: Aprovado!

escrito por Isa Ferreira 3 de junho de 2018
opiniao-creme-de-assaduras-desitin-azul-e-roxo
Os cremes de assadura da marca Desitin são os mais recomendados pelos pediatras americanos e estão entre os mais vendidos do país.

Entre as brasileiras é um queridinho que recheia a mala de mães e pais que optam por fazer o enxoval do bebê nos Estados Unidos.

A marca Desitin apresenta os seus cremes de assadura em três versões: Rapid Relief (azul), Maximum Strength (roxa) e Desitin Multi-Purpose.

Por aqui, usamos duas: a Rapid Relief que é apresentada em um pote com tampa e escritas em azul e a Maximum Strength, apresentada na cor roxa. É comum as mães se referirem a eles como o (creme de assaduras) Desitin azul e o Desitin roxo.

Para mim as maiores vantagens desses cremes de assadura são rendimento e eficácia, o que os torna um sucesso de vendas.

A grande diferença entre as versões de Desitin roxa e azul é a quantidade de Óxido de Zinco, componente adstrigente e antisséptico, que protege e cicatriza a pele, presente na maioria das pomadas contra assaduras. Na Rapid Relief (azul), que é a mais suave, a proporção de Óxido de Zinco é de 13%, enquanto na Maximum Strength (roxa) ela é de 40%.

Leia também: Hipoglós

1) Creme de Assaduras Desitin Rapid Relief Cream (Azul)
O creme de assaduras Desitin azul promove o alívio de assaduras e ajuda a reduzir a vermelhidão e irritação da pele do bebê.

opiniao-creme-de-assaduras-desitin-rapid-relief

O Desitin Rapid Relief tem textura cremosa, semelhante a um mousse denso. Apresenta boa cobertura da pele, mas, ainda assim, pode ser facilmente retirado com o lenço umedecido. É praticamente inodoro e a fórmula é hipoalérgica.

opiniao-creme-de-assaduras-desitin-rapid-relief-azul-eficaz

É mais fácil de espalhar e retirar da pele do bebê, quando comparada à versão roxa, pois não impregna tanto na pele.

Abaixo estão algumas fotos do produto aplicado e da pele limpa com lenço umedecido Huggies.

review-creme-de-assaduras-desitin-rapid-relief-azul-consistencia

Por tudo isso e por ser extremamente econômico, gosto de usar a Desitin Rapid Relief (Azul) no dia a dia, como forma de prevenir as assaduras.

Um querido casal de amigos trouxe dois potes de uma viagem que fizeram à Flórida. O primeiro pote durou muito, cerca de 11 meses. Foram utilizados diariamente em nossas filhas gêmeas, em 95% das trocas de fralda que eram feitas em casa. Isso, levando-se em conta que bebês recém-nascidos e até os 6 meses de idade costumam trocar muitas fraldas e, consequentemente, usar muito creme de assadura.

Atualmente, elas estão com 2 anos e 2 meses e estamos com 1/3 do segundo pote. Como elas passam o dia na creche, desde fevereiro, ele tem sido muito menos usado.

Foi o nosso creme de assaduras escolhido para as trocas diárias feitas em casa. Ele é muito econômico e tem um custo x benefício sensacional.

Para os passeios usamos o tubo de Bepantol Baby, nosso queridinho.

2) Creme de Assaduras Desitin Maximum Strength (Roxa)
É a versão de Desitin para tratamento e prevenção de assaduras.

avaliacao-creme-de-assaduras-desitin-maximum-strength

O Desitin roxo tem maior concentração de óxido de zinco (40%) que forma uma barreira protetora para a pele do bebê, ajudando a cicatrização da pele.

O Desitin Maximum Strength também pode ser usado como um creme de prevenção. Por aqui, limitamos o seu uso para os momentos em que as meninas estão assadas.

Ele é mais espesso e não sai com tanta facilidade, a meu ver um problema para o uso diário. Na tentativa de retirar o produto por completo, podemos irritar a pele do bebê.

Entretanto, é extremamente eficaz para promover a cicatrização da assadura. Sempre que as meninas começam a apresentar algum início de assadura (quando a pele está vermelha na região), passamos a usar o Desitin Maximum Strength (roxo) até ficarem curadas.

Outra razão para limitar o uso do Desitin roxo é que sua fórmula contém mais químicos.

A textura da pomada roxa é bem mais densa e ela apresenta um cheiro parecido com o do Hipoglós.

Por aqui, tivemos sempre muito cuidado com as trocas e, como resultado, elas desenvolveram poucas assaduras.

Mas sabemos que alguns bebês desenvolvem assaduras por diversos motivos, mesmo quando suas mães e demais envolvidos têm todo o cuidado do mundo. Por isso, essa e outras pomadas podem ser um grande aliado no tratamento.

O pote que tínhamos de Desitin roxo foi doado para uma amiga que estava grávida. Em dois anos, não cheguei a usar um décimo do pote. Só retirei um pouquinho para o caso da Alice apresentar alguma ocorrência de assaduras, tendo em vista que a Lara já iniciou o desfralde.

3) Creme de Assaduras Desitin Multi-Purpose
Essa é a versão menos conhecida e difundida entre nós brasileiros. Foi a última a ser lançada também. É um creme que ajuda a proteger e tratar as assaduras e é mais suave que a versão roxa. Sua fórmula contem vitaminas A e D e é hipoalergênica.

opiniao-creme-de-assaduras-desitin-multi-purpose

Não chegamos a testá-la, mas os comentários na Amazon.com são muito positivos. Sendo usada inclusive por atletas e praticantes de esportes, que por aqui costumam usar vaselina.

Onde encontrar o Creme de Assaduras Desitin e quanto custa?
Há algum tempo já é possível encontrar o Desitin roxo e o azul sendo vendidos em tubos nas farmácias do Brasil. Mas, pela internet é possível encontrar o pote para venda.

Em abril de 2018, encontramos o pote de 454g (16 OZ) de Desitin Rapid Relief (Azul) sendo vendido entre R$130 e R$211. A mesma quantidade de Desitin Maximum Strength (Roxo), foi encontrada por R$289.

O Desitin Multi-Purpose nunca vi sendo comercializado em farmácias, mas é possível encontra-lo para venda pela internet. Pelo que eu li nos comentários de compradores na Amazon.com ele não é fácil de achar nem lá fora. Em abril de 2018, encontramos o tubo de 99 gramas, sendo vendido entre R$75 e R$125.

A exposição ao sol é cumulativa; a cada vez que a pele é exposta ao sol, os danos causados se acumularão durante toda a vida do indivíduo, ou seja, danos causados na adolescência se manifestarão com o envelhecimento, predispondo a riscos como o câncer de pele.

Leia também: Terçol tratamento

Na época em que a pele clara era considerada ideal e desejável, ainda não se conheciam os riscos da exposição ao sol, mas a partir do momento em que o estilo de vida foi modificando, surgiu também a preocupação com o câncer de pele e sua associação ao sol.

Os primeiros protetores solares só surgiram nos anos 70 e desde então há uma crescente evolução, mas mesmo assim estima-se que apenas 22% da população brasileira use filtro solar.

Muitos dos danos causados pelo sol ocorrem nas primeiras décadas de vida, época onde mais se expõe ao sol, e com o envelhecimento, esses danos aparecem em áreas expostas cronicamente. Podem surgir manchas escuras, agravamento dos cloasmas e melasmas, danos ao DNA celular, a pele tornar-se espessa, as rugas se tornarem mais profundas e os riscos de aparecimento de carcinomas e melanomas.

Pesquisas mostram que a infância é uma fase particularmente vulnerável aos efeitos nocivos do sol, pois as crianças se expõem anualmente ao sol três vezes mais que os adultos. No Brasil, o câncer mais freqüente é o de pele, que segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer) corresponde a cerca de 25% de todos os tumores diagnosticados em todas as regiões geográficas, e a radiação ultra-violeta proveniente do sol é o seu maior agente etiológico. Isto deve-se ao fato de que mais

de 50% da população brasileira possui pele clara e se expõe muito ao sol, seja por trabalho, seja por lazer, e o país situar-se geograficamente numa zona de alta incidência de raios UV.

Além disso, ocorre dano ao tecido conjuntivo da derme e as fibras elásticas ficam mais espessas, emaranhadas e se degeneram, fazendo com que a pele perca sua elasticidade e firmeza. A ação do sol na pele também pode degradar o colágeno e, juntamente com a perda das fibras elásticas, resultar em uma pele de aparência amarelada e ressecada.

A exposição aos raios UV também diminui a concentração de antioxidantes, que são substâncias que combatem os radicais livres, alterar a microcirculação da pele e levar a uma perda de água transepidermal maior.

O sol é ainda responsável por agravar certas doenças ou por causar danos esporádicos como as queimaduras solares, insolação, herpes labial e o lúpus eritematoso.

Portanto, para a prevenção não só do câncer de pele como também das outras lesões provocadas pelos raios UV, é necessário evitar a exposição ao sol sem proteção. O uso de chapéus, guarda-sóis, óculos escuros e filtros solares durante qualquer atividade ao ar livre, bem como a exposição em horários em que os raios ultravioletas são mais intensos, ou seja, das 10 às 16 horas, são imprescindíveis para se evitar qualquer problema futuro.

É necessário ainda ter cuidado em regiões de grandes altitudes. A cada 300 metros de altitude, a intensidade da queimadura produzida na pele pela luz ultravioleta aumenta em 4%. A neve, a areia branca e as superfícies brancas são refletoras dos raios solares. Assim, nessas condições, os cuidados devem ser redobrados.