Má escovação pode causar impotência sexual I

Má escovação pode causar impotência sexual I

Inflamações severas nas gengivas podem causar a obstrução de vasos sanguíneos penianos e bloquear uma enzima fundamental para a ereção
Homens atenção! Ser negligente com a saúde bucal não apenas pode causar mau hálito como também impotência sexual. Pelo menos é o que diz uma pesquisa feita pela Universidade Inonu, na Turquia, que garante que homens com gengivas inflamadas têm até três vezes mais chances de ter esse problema na cama.

O estudo analisou cerca de 160 homens entre 30 e 40 anos. Metade com o problema de ereção, metade sem. Os resultados mostraram que 53% do grupo que sofria com a impotência tinham gengivas inflamadas, contra apenas 23% do outro grupo.

Saiba mais: Prime Male benefícios

As bactérias que se instalam nas gengivas podem entrar nos vasos sanguíneos, percorrer o corpo humano e entupi-los em qualquer região, inclusive na área peniana causando a disfunção erétil
As bactérias que se instalam nas gengivas podem entrar nos vasos sanguíneos, percorrer o corpo humano e entupi-los em qualquer região, inclusive na área peniana causando a disfunção erétil
Foto: bikeriderlondon / Shutterstock
Mas você deve estar se perguntado, por que problemas na boca podem afetar a desempenho sexual masculino? Segundo a pesquisa, mais de um motivo liga essa relação. O primeiro relaciona a falta de higiene bucal com as gengivas inflamadas (gengivite ou periodontite, nome dos casos mais severos da inflamação). Para eles, as bactérias que se instalam nas gengivas podem entrar nos vasos sanguíneos, percorrer o corpo humano e entupi-los em qualquer região.

“Alterações nos vasos são capazes de aumentar o risco de problemas cardíacos e, segundo esses estudos recentes, também podem estar associados a presença de alterações nos vasos penianos. Essa relação fica ainda mais forte com o aumento da severidade da periodontite, ou seja, quanto mais grave o problema gengival, maior o risco de associação com a disfunção erétil”, diz Renato Viana Casarin, professor de periodontia da Unicamp.

Além disso, a pesquisa diz que a periodontite tem o poder de bloquear uma enzima chamada eNOS que tem papel importante na hora da ereção.

Outros fatores
No entanto, Renato faz questão de destacar que a disfunção erétil tem uma causa multifatorial. A própria pesquisa aponta que problemas emocionais como estresse e depressão também podem contribuir com a impotência.

“Nos estudos fica claro que essa associação entre a periodontite e disfunção erétil não é a única causa e que médicos especialistas, além do dentista, devem participar no diagnóstico e tratamento”, diz o especialista. .

Gengivite e outros problemas sérios
A doença gengival é um problema sério e silencioso, pois muitas vezes não é percebido pelo indivíduo até que esteja muito grave. Ela é uma infecção que envolve mais de 400 bactérias e acaba não se restringindo só a boca.

“A presença da doença gengival pode estar associada a problemas do coração (infarto, formação das placas de gordura, por exemplo), problemas pulmonares, piora da diabetes e também pode aumentar o risco das grávidas darem a luz a bebês pré-maturos e de baixo peso, que é a mais importante causa de morte neonatal do mundo”, diz Renato.

Como evita-la?
Como a doença gengival começa com a formação da placa bacteriana que gruda no dente e depois irrita as gengivas, a mais eficiente forma de se combater o problema é ter uma higiene bucal rígida e completa com o uso de fio dental e raspadores linguais.

“Além disso, o indivíduo deve ir ao dentista a cada 6 meses e seguir suas orientações. Além disso, quando perceber o aparecimento de sangramento da gengiva quando escova, mau hálito e gengivas inchadas deve procurar atendimento rápido. Sangramento gengival, ao contrário do que muitos pensam, não é normal e deve ser tratado”, finaliza Renato.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *